GOLMES SALVE A RAINHA ? O CASO DAS JOIAS DA COROA

Autores:  Beatriz Stangherlin Santucci,  Mateus Batista Simões,  

Um estranho caso assusta toda a família real da InglaSerra. A rainha Lizabeth de Lízador apresenta grandes eczemas (inflamações cutâneas) nas orelhas, pulsos, dedos, pescoço e, inclusive, na testa, todas as regiões do corpo onde costumava exibir as joias da Coroa. Entretanto, em seus 90 anos de vida, a rainha nunca manifestou qualquer alergia a essas joias em sua composição original, o que levou à suspeita de uma possível troca criminosa das peças originais por réplicas perfeitas, porém cuja composição química pudesse conter algum elemento alergênico, como níquel ou cromo.

Alguns metais, como níquel, cromo, chumbo e cádmio, são utilizados na falsificação de joias, uma vez que estes elementos podem melhorar a resistência química e as propriedades mecânicas das ligas metálicas. Contudo, quando em contato com a pele, podem causar as chamadas dermatites de contato, ou eczemas. O efeito mais tóxico desses metais está associado às suas formas iônicas, formadas pela oxidação na presença de suor.  Quando absorvidos, esses íons metálicos podem interagir com proteínas específicas e gerar reações por parte do sistema imunológico.

Para solucionar o caso, a família real convocou a perita química Charlotte Golmes e sua assistente Joana Uótissom. Em uma ligação confidencial, o filho da rainha, Chaves - príncipe da boa vizinhança, enfatizou as recomendações da Coroa de como proceder a investigação:

- Golmes, acreditamos que alguém que possui total acesso ao castelo de Duck & Ham tenha trocado as joias originais da Coroa por réplicas que não são apenas de ouro. Mas... Não temos certeza. Uma falsa acusação aos funcionários do castelo poderia causar um enorme escândalo! – exclamou o príncipe com imensa preocupação.

- Entendo, Majestade! Mas também há alguma possibilidade de as peças não terem sido trocadas... – respondeu cautelosamente a detetive Golmes.

- Minha mãe é uma senhora de idade, pode ter desenvolvido alguma alergia a metais nobres com o tempo... Como saberemos?

- Acredito que sei como proceder! Já estou em poder de algumas das peças que a rainha utilizou nos últimos tempos. Em breve eu e minha assistente entraremos em contato!

Charlotte Golmes e Joana Uótissom não poderiam negar um caso envolvendo a família real, apesar da enorme quantidade de casos em andamento que elas precisavam analisar.

- Chefe, eu entendo a preocupação da família real em não alterar as joias, mas como saberemos a real composição química das peças? – perguntou Uótissom à Golmes com ar de desconfiança.

- Elementar, minha cara Uótissom! Existem muitos métodos de análise composicional não destrutivos que possibilitam verificar a composição das ligas metálicas! Desde métodos mais simples a análises instrumentais extremamente sofisticadas! – respondeu Golmes.

- Deste modo, peço autorização para solicitar a ajuda dos alunos do curso de química da Universidade de Quem Brigite, uma das mais famosas e respeitadas da InglaSerra. Tenho a total confiança de que receberemos propostas elaboradas e bem embasadas de análises não destrutivas que nos auxiliarão a agilizar a resolução do caso. Afinal, quem não quer salvar a rainha? – propôs Uótissom.

- Petulante sua proposta, Uótissom, porém genial! Agora mesmo vamos à universidade e convocaremos os alunos!

 

Assim, você, como aluno de química da Universidade de Quem Brigite, deve elaborar e submeter ao menos duas propostas de análise para Charlotte e Joana, que as auxiliem a determinar se as peças utilizadas pela rainha Lizabeth possuem metais que provocam efeitos alergênicos, provando, assim, a autenticidade ou a falsificação das joias da Coroa. Além disso, você deve argumentar a favor de uma das propostas, explicando a Golmes o porquê essa seria a melhor opção de análise. Mas lembre-se: devido à incerteza da originalidade das peças, deve-se ter o cuidado de não danificar e/ou alterar as joias nas análises a serem realizadas.

 

Estudo de Caso acessado 346 vezes desde 03/08/17

 

Material Complementar e Soluções para o Caso

O presente material contém 3 arquivos em PDF:

- o caso para impressão no formato A4;

- o texto completo (contendo tópicos como: as fontes de inspiração, a teoria, os conceitos/habilidades/atitudes que se pretende contemplar a partir da aplicação do caso, as etapas sugeridas para a aplicação em sala de aula, as questões sugeridas para discussão e as soluções possíveis para o caso);

- a apresentação em Data-Show do caso e suas soluções.

Acessar Material Complementar